Aprenda a reduzir o impacto da inadimplência em sua empresa

Aprenda a reduzir o impacto da inadimplência em sua empresa

Toda empresa precisa manter o equilíbrio financeiro. Quem deixa de receber pagamentos em dia acaba com dificuldade de bancar as próprias despesas. É por isso que você deve encontrar maneiras de reduzir o impacto da inadimplência. A seguir, confira dicas para a sustentabilidade de seu negócio.

Dicas para reduzir o impacto da inadimplência

Tudo se resume a uma palavra: organização. Quem controla o próprio fluxo de caixa sabe quanto dinheiro tem a receber e qual o prazo para os valores parcelados entrarem na conta. Isso permite minimizar problemas com dívidas. Entenda melhor com o passo a passo:

1. Mantenha o controle das finanças

Registre diariamente as entradas e as saídas de seu caixa. Tome cuidado para incluir as compras em prestação na coluna de lançamentos futuros. Como elas não geram receita imediata, tampouco cobrem os custos urgentes, então não conte com esse dinheiro para fechar o mês no azul.

2. Conheça seus clientes

Antes de efetuar uma venda a prazo, certifique-se de que você conhece o histórico do comprador. Tenha um cadastro com os dados da empresa (CNPJ, endereço, telefone para contato). Realize, também, uma análise de crédito para verificar se a firma possui pendências com fornecedores. Nome sujo na praça é sinal de encrenca.

3. Adote uma política de cobranças

Outra dica para reduzir o impacto da inadimplência consiste em estruturar um fluxo de cobrança. Alguns atrasos acontecem não por má-fé, mas porque o devedor se esqueceu que tinha um débito a vencer. Por isso, costuma-se trabalhar com um prazo de tolerância antes de partir para medidas mais drásticas.

4. Use lembretes

A primeira etapa do fluxo de cobrança pode ser o disparo de lembretes por e-mail ou SMS. Uns dias antes do vencimento da fatura, mande uma mensagem avisando sobre a prestação em aberto. Esse cuidado simples colabora para o cliente se organizar e pagar dentro do prazo.

5. Valorize quem paga em dia

E quem não gosta de pagar menos, né? Conceda um desconto para bons compradores, contanto que o abatimento não interfira no lucro operacional. Esse pode ser um estímulo para o cliente adiantar parcelas, o que também diminui o impacto da inadimplência no seu negócio. Você pode, ainda, trabalhar com uma espécie de cartão fidelidade e disponibilizar outros benefícios, como brindes.

6. Negocie dívidas

Infelizmente, pode haver casos mais complicados de resolver. Se o inadimplente alegar que não tem meios para quitar o que deve, esteja disponível para uma negociação. Vocês podem redistribuir o montante em parcelas menores, ou, então, eliminar multas e juros. Mais vale receber algum dinheiro que não receber nada.

7. Suspenda os serviços

Porém, enquanto a situação de inadimplência não estiver resolvida, interrompa a venda de produtos ou o fornecimento de serviços à parte devedora. Essa medida evita que o rombo nos cofres de sua empresa fique ainda maior. Por se tratar de uma solução extrema, reserve-a como última alternativa. Tenha certeza de que todas as opções amigáveis já foram utilizadas anteriormente.

Gostou das dicas? Esperamos que o artigo de hoje ajude você a reduzir o impacto da inadimplência em seu estabelecimento. Se quiser saber mais sobre cobrança e recuperação de crédito, não deixe de acompanhar as novidades do nosso blog.

© 2021 GSX – Recuperação de Crédito